IV CAMINHADA URI GOIÁS: CONTRA A INTOLERÂNCIA RELIGIOSA

IV CAMINHADA URI GOIÁS: CONTRA A INTOLERÂNCIA RELIGIOSA

  Como iniciativa de um coletivo de lideranças religiosas e como ação da URI – United Religions Iniciative, for Latin America and the Caribbean – que atua a partir do estado de Goiás e Região, tivemos um ato público de enfrentamento a intolerância religiosa e pela paz na cidade de Goiânia. A ação teve o objetivo de marcar o dia 21 de janeiro que foi criado como Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa. Esse dia foi afirmado através da Lei nº 11.635, de 27 de dezembro de 2007, e sancionada pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Dessa maneira o Estado reconhecia a existência dos problemas resultantes da intolerância religiosa que existe em nosso país. Coordenado pela Yalorixá Marileia de Osumare, responsável pelo terreiro Asé Dan Fé Èrò na cidade de Goiânia, o ato contou com a presença de várias lideranças religiosas de comunidades tradicionais de terreiros – Umbanda e Candomblé – de outras vivências religiosas. A concentração começou a partir das 9h da manhã, Parque Areião Bambuzal. Em seguida as pessoas presentes saíram em caminhada com faixas e cartazes se posicionando em defesa do direito aos diversos cultos e as diversidades religiosas. Segundo a Yalorixá Marileia é importante reconhecer e identificar a intolerância religiosa que ocorre mundialmente. Dessa maneira, o ato é uma forma de realizar uma ação pacífica para expressar que não concordamos com a intolerância. E dessa maneira enfrentamos as intolerâncias praticadas a partir dos espaços de vivências religiosas. E que chegam até os espaços públicos de nossas convivências comuns. Ou seja, nos espaços públicos de nossas cidades nas ruas, praças de nossos barros....
Encontro Latino-Americano e Caribenho sobre Educação Teológica

Encontro Latino-Americano e Caribenho sobre Educação Teológica

Entre os dias 1º e 6 de outubro a CETALC (Comissão de Educação Teológica para a América Latina e o Caribe), um organismo de províncias da Comunhão Anglicana, realizou o Segundo Encentro de Diretores (as) de Seminários e Centros Teológicos e Bispos e Bispas na Cidade de Panamá. O encontro abordou o tema “Educação Teológica e Efetividade Ministerial: Aportes da América Latina e Caribe. A conferência de abertura com o tema geral do encontro foi com o Reverendo Carmelo Álvarez. Reverendo Pedro Triana também deu uma conferência sobre a experiência da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, através do CEA (Centro de Estudos Anglicanos) com o uso das redes sociais na educação teológica, especialmente o curso de Imersão ao Anglicanismo através da plataforma Moodle. E na mesma linha, o Reverendo Canónigo Anthony falou sobre a experiência do Ministério Latino nos EUA e a Drª. Nidia Fonseca apresentou experiências da Universidade Bíblica Latino-americana. O presidente da CETALC, bispo Julio César Holguín, apresentou resgate histórico sobre a contribuição da CETALC para a educação teológica na região. E a parte de formação foi concluída com oficina sobre o uso prático das redes sociais como apoio na educação teológica, pelo Reverendo Edgar Giraldo. O Comitê organizador destacou a beleza e a animação das liturgias brasileiras, como uma boa contribuição da IEAB nos momentos místicos e devocionais. A celebração de encerramento foi presidida pela bispa brasileira, Marinez dos Santos Bassotto, sendo concelebrada pelas clérigas da América Latina e Caribe. Entre conferências e oficinas que focaram na temática do encontro, também teve encaminhamentos práticos sobre as relações da CETALC com as províncias e dioceses. Mas, uma...